Redes sociais e negócios: entenda como elas podem te ajudar

Quando você pensa em marketing na internet, quais são as primeiras coisas que vêm à mente? Campanhas no Google? Ações de e-mail marketing? Banners em sites? Embora todas essas opções sejam relevantes, existe uma que não pode ser preterida: o SMM, ou Social Media Marketing — área que combina estrategicamente redes sociais e negócios. Confira no texto a seguir!

Os números das redes sociais

Mais de 100 milhões de brasileiros estão cadastrados nas redes sociais. Esse número, que cresce diariamente, representa 50% da população nacional. Antes considerada uma mídia alternativa, o investimento nessa área do marketing — que, só no Facebook, conta com 50 milhões de páginas corporativas — é cada vez maior.

Outro dado significativo diz respeito ao tempo que as pessoas gastam nas redes. Em uma média global, as pessoas ficam 135 minutos por dia navegando e interagindo com conteúdos de amigos e empresas.

Esse canal de comunicação também se tornou uma eficiente ferramenta de SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente). Em uma pesquisa feita nos Estados Unidos, 59% dos usuários admitiram que as redes sociais facilitaram a resolução de problemas com empresas.

O Facebook, rede social criada por Mark Zuckerberg, continua sendo a campeã mundial em número de usuários, com mais de dois bilhões de perfis ativos. Em segundo lugar vem o Youtube, com 1,5 bilhão, seguido pelo WhatsApp com 1,3 bilhão. Outros destaques são o Instagram, que tem 700 milhões de usuários, e o Twitter, com mais de 300 milhões.

A importância do planejamento

O marketing nas redes sociais usualmente é integrado a uma estratégia mais abrangente. Em se tratando de uma ferramenta complexa e multiuso como o SMM, é essencial a criação de um plano de ação para garantir bons resultados nas atividades realizadas.

Primeiramente, deve-se ter conhecimento das várias redes ativas no mercado nacional, o que cada uma oferece nos seguintes quesitos: formato dos conteúdos, perfil demográfico e comportamental de usuários, e os recursos de marketing e comunicação direta com o público.

Durante esse processo, a persona da sua empresa deve ser estudada a fundo, porque só assim é possível acertar na seleção das plataformas a serem usadas.

Redes sociais e negócios representam oportunidades diversas, indo além do marketing e se mostrando também ótimas ferramentas de atendimento.

O SAC 2.0

O atendimento ao cliente mudou profundamente com o advento da internet, dos smartphones e das redes sociais. O chamado SAC 2.0 é a evolução do SAC tradicional, fazendo uso dos recursos digitais para dar suporte aos clientes de forma dinâmica e eficaz.

Para muitas empresas, o atendimento multicanal já é uma realidade há alguns anos. O uso de chats, e-mail e redes sociais pode ser alinhado com meios tradicionais, como o telefone, para entregar assistência mais completa ao público de uma marca.

Algumas redes se destacam como plataformas de atendimento. O Facebook, por exemplo, possibilita a criação de uma mensagem automática para chats, além de mostrar o horário de funcionamento e tempo médio de resposta de uma página. Outro destaque dessa rede são os chatbots — sistemas programados para atender clientes de modo autônomo via messenger.

O Twitter, rede social de 328 milhões de usuários, é outro destaque no quesito atendimento. Nele, é possível criar perfis próprios para tal função. Muitas empresas fazem uso desse artifício no Brasil, como as companhias telefônicas TIM e Oi. Os perfis que proveem suporte pela rede levam uma tag com a frase “provides suport” e contam com a opção de mensagens diretas, horário de atendimento e outras.

A divulgação nas redes sociais

Objetivos comuns de muitas empresas são a obtenção de novos clientes e a realização de vendas, correto? E, para isso acontecer, a propaganda é uma das principais alternativas. Dentro desse quesito, as redes sociais se sobressaem em diversos pontos. Confira:

Alta capacidade de segmentação

Segmentar a audiência é uma etapa fundamental para o sucesso de qualquer campanha. Afinal, para que uma mensagem seja impactante, ela precisa ser exposta ao público certo.

O Facebook e o Instagram, por exemplo, permitem que você segmente por gênero, status de relacionamento, idade  e interesses específicos, como tecnologia, games, automobilismo e muito outros. Nessas duas redes sociais também é possível definir a localização por país, estado, cidade e até mesmo fazer um direcionamento por raio, o que permite marcação de bairros e regiões menores.

O Twitter, similarmente, disponibiliza variadas opções de segmentação, incluindo o uso de palavras-chave baseadas no que os usuários escrevem, as contas que eles seguem, o sistema operacional dos seus smartphones etc.

Possibilidade de diversos formatos

A mídia tradicional geralmente limita um formato para cada meio. Assim funciona com o áudio para o rádio e vídeos para a televisão, por exemplo. Entretanto, nas redes sociais, as campanhas ganham uma amplificação multimídia.

As ações de marketing nas mídias sociais podem ser feitas com imagens, animações em gifs, vídeos, textos e links. Além disso, elas podem gerar engajamento direto, seja por curtidas, seja por comentários, compartilhamentos, cliques e mensagens.

Outro aspecto interessante para a divulgação de produtos e serviços é a possibilidade de vídeos ao vivo e ainda integrar o e-commerce com as redes, como é o caso do Facebook Store.

Poder viral

Para quem trabalha com social media marketing, são comuns os nomes alcance orgânico e alcance pago. Esses conceitos se referem ao número de pessoas que uma publicação impactou sem a necessidade de monetização ou com investimento financeiro, respectivamente.

É verdade que a abrangência de um post sem impulsionamento diminuiu muito nos últimos anos, atingindo menos de 5% dos seguidores de sua página nas redes sociais, em média. Todavia, ainda existe a chance de um conteúdo agradar ao público e receber diversos compartilhamentos, como acontece com certa frequência, principalmente com campanhas de apelo emocional.

Inegavelmente, as redes sociais proporcionam várias ferramentas e recursos poderosos para que empresas — de diversos portes e áreas de atuação — possam divulgar seus produtos e serviços. Trabalhando com planejamento, pensamento estratégico e profissionalismo, é possível melhorar a relação com os clientes atuais e ainda conquistar muitos novos por meio desse canal de mídia.

Agora, que você aprendeu sobre as redes sociais e negócios, aprofunde-se na área e veja como escolher as redes corretas para o público da sua empresa!

Qual score SEO?