Planejamento anual em marketing: como defini-lo?

É fato que muitas empresas fracassam no mercado em razão da falta de um plano de marketing bem estruturado. Isso acontece bastante, pois vários empresários ainda acreditam que o ato de planejar é perda de tempo, mas essa mentalidade é um grande equívoco.

A falta de um esboço pode levar as marcas a cometerem muitos deslizes no momento de criar e investir em estratégias de marketing. Além disso, sem planejar fica impossível avaliar os resultados de cada tática. Consequentemente, seu negócio pode desperdiçar muitos recursos em ações que não trazem nenhum retorno. Afinal de contas, o que não pode ser medido jamais poderá ser melhorado.

Para não correr o risco de gastar tempo e dinheiro inutilmente, separamos as melhores dicas para quem quer elaborar um plano de marketing poderoso para seu negócio! Confira!

Comece pelo planejamento

O primeiro passo para traçar um plano de marketing eficiente é a definição dos maiores objetivos e metas da empresa. Isto é, quais são os resultados esperados a partir das ações de marketing que irão ser implantadas? É fundamental compartilhar essa perspectiva com todos os funcionários.

Assim, todos estarão cientes e comprometidos em atingir o alvo estabelecido. Essa é uma excelente maneira de alinhar os esforços para que a equipe trabalhe em conjunto em busca do mesmo propósito.

Avalie o mercado

Outro ponto muito importante para constar no planejamento é a análise dos ambientes em que a empresa está inserida. Essa etapa é essencial, pois a organização pode identificar alguns pontos fortes e fracos que influenciarão o plano de marketing posteriormente. Os elementos podem ser coletados em vários cenários (político, econômico, jurídico ou cultural), assim como perante concorrentes, fornecedores e público-alvo.

Um exemplo disso pode ser a descoberta de que, em algumas cidades, o software gratuito para emissão de nota fiscal eletrônica (NF-e) será desabilitado. Esse fato pode favorecer — e muito! — as empresas que comercializam sistemas que executam essa função. Sabendo disso, o empresário pode priorizar algumas estratégias no plano de marketing para impulsionar a divulgação desse serviço.

Defina muito bem o público antes de fazer o plano de marketing

O público do negócio precisa ser o centro de qualquer estratégia de marketing. Afinal, são essas pessoas que vão adquirir as suas soluções. Por isso, é interessante reunir o máximo de detalhes possível acerca do potencial cliente.

A criação de personas é uma excelente forma de definir o perfil do cliente ideal para a empresa. Ou seja, além dos dados demográficos é preciso acrescentar informações sobre o comportamento dessa pessoa. A entrevista com os principais clientes pode revelar muitos fatos sobre os conteúdos de maior interesse, os principais objetivos e desafios, e outros aspectos.

Com uma persona estabelecida, a empresa tem mais condições de desenvolver táticas mais adequadas para captar o interesse desse consumidor. Enfim, quanto mais a marca conhece as motivações de um potencial cliente, maiores são as chances de construir ações relevantes que chamem a atenção dele!

Estabeleça as suas estratégias

Chegou o momento de criar o seu plano de marketing com base em todas as informações adquiridas. A partir dos objetivos do negócio e do conhecimento sobre o mercado, a concorrência e as personas, é possível projetar muitos resultados positivos. O universo on-line é um ambiente muito propício para pequenas e médias empresas prosperarem. Por essa razão, muitas marcas têm optado pelo marketing digital.

Você pode, por exemplo, definir que anunciar no Facebook Ads é prioridade, uma vez que tenha constatado na entrevista que sua persona acessa a rede social a todo o momento. Outra estratégia interessante pode ser o envio de e-mail marketing se o público tem o hábito de utilizar esse canal diariamente. Por isso, é fundamental analisar o contexto em que a empresa está envolvida para identificar as melhores oportunidades.

Implemente as ações

Após relacionar as estratégias de marketing mais apropriadas, é hora de criar um cronograma de ações. Nesse documento será necessário inserir dados sobre a atividade, o responsável pela execução, os recursos e ferramentas necessários, o prazo para o cumprimento e, sobretudo, por qual motivo realizá-la.

É sempre bom reforçar o propósito de cada ação para que os funcionários não se percam no dia a dia. O cronograma funciona como um guia muito eficaz na execução das tarefas.

Mensure constantemente

Apesar de o plano de marketing ser um documento muito rico, ele não é imutável. É preciso avaliar frequentemente se os objetivos propostos estão sendo alcançados com as estratégias estabelecidas.

Caso contrário, é impossível perceber até mesmo onde a empresa está acertando para maximizar o seu retorno sobre o investimento (Return on Investiment — ROI). Portanto, defina uma periodicidade e revise o planejamento para fazer os ajustes essenciais e, assim, potencializar os resultados.

Entenda a força do martketing digital

Ainda é muito comum encontrar quem questione a eficácia do marketing digital. Afinal, quais são as suas vantagens em relação ao marketing tradicional? Apresentamos, a seguir, algumas respostas. Acompanhe!

Segmentação minuciosa

Uma das grandes vantagens de investir em estratégias de marketing digital é a oportunidade que o ambiente on-line oferece de filtrar bem o público de cada campanha. Diferentemente das abordagens tradicionais, na internet é possível criar um perfil criterioso para a audiência que quer atingir.

Dessa forma, as possibilidades de obter resultados positivos são enormes! Isso porque falar com o público certo é primordial para ter sucesso com as campanhas de marketing.

Custo acessível

Se comparada aos veículos tradicionais, a publicidade on-line oferece custos mais acessíveis para pequenas e médias empresas. Se antes era necessário investir R$ 10 mil para anunciar na página de uma revista impressa, com 10% desse valor é possível criar ações extremamente eficazes na internet.

Mensuração precisa

Ao criar uma publicidade em um outdoor, por exemplo, é possível medir com precisão quantas pessoas viram o seu anúncio? Não. E quantos consumidores de fato apresentaram interesse pelo conteúdo divulgado? Menos ainda. Com o marketing digital isso é possível!

Relacionamento mais próximo

Além se ser um ambiente muito favorável para a captação de clientes, o mundo virtual é um poderoso canal para estreitar o relacionamento com os clientes. Pelas redes sociais, por exemplo, é possível descobrir os anseios dos compradores e obter insights para produzir experiências ainda mais positivas para cada um deles.

Isso tem um poder de viralização gigantesco quando se tratam dos canais digitais porque a capacidade de compartilhamento é incontrolável. Desse modo, uma experiência positiva com uma marca pode ser facilmente dividida com milhões de pessoas.

Monitoramento da reputação

Mesmo que a marca não esteja na internet, é muito provável que já haja pessoas falando sobre ela. Por esse motivo, é melhor monitorar esse aspecto o quanto antes até para responder as pessoas. Caso contrário, em algum momento a falta de monitoramento pode desencadear uma crise para a imagem da empresa.

Se você ainda têm dúvidas sobre como criar um planejo de marketing que permita aplicar as técnicas mais apropriadas de maneira assertiva, baixe nossos materiais educativos e fique por dentro das maiores tendências no segmento!

Deixe um comentário