KPI’s, o que são e por que usá-los?

No marketing digital, o que não pode ser medido não pode ser otimizado. Esta é uma ótima premissa para justificar o seu investimento em comunicação na internet. O trabalho do marketing digital é baseado em dados e interpretações, muito além de posts bacanas e muitas curtidas. É aí que entra o conceito de KPI.

Mas será que vale a pena medir tudo o que se produz? Existe algum índice cujo desempenho não seja relevante para o seu negócio?

Para responder a estas e outras perguntas continue lendo nosso artigo e, ao final, saia craque em KPI!

Afinal o que são KPI’s?

KPI é um acrônimo em inglês que ignifica Key Performance Indicators ou, em português, indicadores-chaves de desempenho. São dados essenciais para medir o sucesso de sua estratégia independentemente de qual campo você esteja analisando.

Os KPI’s podem ser expressos na forma de um número ou em porcentual. Por exemplo, um KPI de vendas pode ser a quantidade de vendas realizada no mês, ou o quanto o faturamento aumentou em relação ao mês passado.

Podemos então dizer que os KPI’s são uma ferramenta de gestão, para verificação de desempenho com o intuito de orientar gestores e analistas durante o caminho a ser percorrido em direção a um objetivo.

Por que usar KPI’s?

Já sabemos o conceito de KPI agora precisamos entender sua importância, em qualquer esfera, dentro de uma estratégia.

Suponha que um gestor esteja montando a estratégia digital de sua empresa. Existem inúmeras métricas dentro do meio digital. Em qual vai focar? Essa resposta vai depender do seu objetivo principal a ser atingido com a estratégia.

Por exemplo, se ele quiser aumentar sua presença digital, um bom KPI pode ser o número de acessos ao site de sua empresa. Com isso em mente, ele define uma meta e trabalha para atingi-la. O KPI número de acessos vai ser a estrela guia. Caso o crescimento de acessos esteja abaixo da taxa projetada, ele vai poder ajustar a estratégia a tempo para poder alcançar seu objetivo.

Então um KPI é uma métrica?

Não. Um KPI pode ser uma métrica, isso é verdade. Porém a definição de métrica é tudo aquilo que pode ser mensurável. Já o KPI é tudo o que pode ser mensurável e é relevante para o seu negócio. Essa pequena diferença é fundamental.

Como construir um KPI?

Esse é um dos grandes desafios de qualquer empresa. Não basta apenas olhar para as métricas, é preciso ir além e saber como elas podem auxiliar na tomada de decisão. Então, em primeiro lugar precisamos definir os objetivos.

Um erro muito comum é começar por definir os objetivos sem muito rigor. Uma boa metodologia para definir objetivos é a SMARTSpecific, Measurable, Attainable, Relevant e Time-bound. Isto é: específico, mensurável, atingível, relevante e temporizável.

Um exemplo de objetivo SMART: aumentar o trafego orgânico do site em 20%, mensurado através do Google Analytics, no prazo de um ano.

Aplicando o SMART:

S – Específico: aumentar o tráfego;

M – Mensurável: através do Google Analytics;

A – Atingível: Meta de 20% não é impossível no período considerado

R – Relevante: aumentar o tráfego orgânico permite gerar leads diminuindo o gasto em mídia online.

T – Temporizável: existe um prazo, durante um ano.

Não perca tempo, adapte este exemplo e começar a definir objetivos para a sua empresa.

Neste exemplo, nosso KPI pode ser o aumento percentual de tráfego orgânico em pequenas porcentagens, para que ao final chegue a 20%.

Quais os KPI’s do marketing digital?

No meio digital, tudo é mais fácil de ser medido e analisado. Então, podemos incorrer numa estratégia de análise de toda e qualquer métrica. Apesar de ser legal ter tudo mensurado, nem sempre todas as métricas são relevantes para o seu negócio.

Um exemplo bastante comum é aquilo a que chamamos de métrica de vaidade. O número de curtidores ou de seguidores de sua rede social, por exemplo, é uma métrica de vaidade. Ainda que seja legal, muitos dos que ali estão não consomem o seu conteúdo, não geram nenhum tipo de retorno. Então, por que perder tempo analisando?

Atenção, não estamos dizendo que não é importante ter uma página ou um perfil com vários seguidores, afinal isso traz respaldo social. Porém esse não deve e nem pode ser seu objetivo principal.

No marketing digital, especificamente no Inbound Marketing, temos alguns KPI’s bem definidos e muito importantes. Vamos falar sobre eles abaixo.

KPI’s primários

Como o nome diz, são os principais e aqueles que todos nós queremos ver com boa saúde. São os que realmente ajudam a empresa a gerar mais dinheiro e ter retorno sobre investimento. São eles:

Leads: Visitantes que converteram no seu site.

Tráfego: Quantidade de visitas que o seu site recebe.

Custo de aquisição por lead: quanto você gasta para cada lead gerado.

Receita total: O quanto você faturou com a ação.

ROI: retorno sobre o investimento.

KPI’s secundários

Não são tão importantes como os anteriores, porém auxiliam na tomada de decisão, como por exemplo, investir em mídia online ou não.

Custo por lead em cada etapa do funil: quanto você paga por lead em cada etapa do funil, indicando se vale a pena investir mais ou menos por etapa.

Assinantes de newsletter: quantidade de pessoas recebendo seu conteúdo por e-mail. Quanto mais melhor.

Origem do tráfego: de onde vem sua audiência. Importante para saber se o trabalho está trazendo o efeito desejado em cada canal de divulgação.

Agora que você já sabe o que é KPI e como construir um, está na hora de aplicar o que aprendeu na sua empresa.

Ainda sentiu alguma dificuldade? Comente abaixo e deixe sua dúvida que teremos o maior prazer em responder.

Qual score SEO?