Websites, landing pages e hotsites. Entenda as diferenças!

Mesmo com a vida dinâmica e corrida que a maioria das pessoas leva nos dias de hoje, é primordial achar um tempo para o conhecimento. Afinal, aprender e estudar coisas novas é também um investimento para a evolução profissional. Pensando nisso, criamos este post para esclarecer possíveis dúvidas sobre as definições de website, hotsite e landing pages.

Ainda que estreitamente relacionadas, as 3 modalidades de páginas possuem usos e peculiaridades singulares. Entender suas diferenças é obter uma vantagem estratégica para futuras ações na web. Confira!

O que é um website?

A palavra site, traduzida literalmente do inglês, significa local, e web, palavra também inglesa, quer dizer rede. Portanto, um website é um local na rede de computadores conhecida como internet.

Essa definição, todavia, é um pouco resumida, visto que a estrutura online cresceu muito em complexidade. Um site é um conjunto de páginas organizadas em torno de uma mesma marca, organização, assunto ou personalidade. Ele contém informações — textos, vídeos, imagens e áudios — conectadas por hiperlinks e disponibilizadas para o usuário em um domínio único.

É importante notar que um website, mesmo tendo alterações eventuais, tem uma característica atemporal, ficando disponível por um período indeterminado. Ele também se desdobra em três tipos principais:

  • e-commerce, que são as lojas eletrônicas;
  • corporativos, que possuem informações sobre uma empresa;
  • blog, que possui uma frequência de publicação sobre um dado assunto.

O que é um hotsite?

O “site quente” é geralmente constituído de apenas uma página, servindo a um propósito específico: lançamento de um produto, divulgação de um evento, promoção de uma nova campanha de marketing etc.

A principal característica diferenciadora dessa modalidade em relação ao site tradicional é sua qualidade momentânea. Um hotsite tem prazo para expirar, geralmente ficando no ar apenas por algumas semanas ou meses.

Muitas vezes, um hotsite possui uma aplicação específica que condiz com sua temática. Por exemplo, para lançar uma nova chuteira, uma empresa de material esportivo cria um hotsite em que os usuários podem subir vídeos jogando bola e assim concorrer ao produto.

O que é uma landing page?

A palavra Landing é oriunda do verbo land, que, em inglês, significa aterrissar. Portanto, esse tipo de página ganhou esse nome por ser amplamente usada como o destino final de uma ação na web — uma pista de pouso para o usuário.

As landing pages possuem um foco na conversão de visitantes em leads. Assim, elas têm um design simples e atraente, uma proposta ou oferta clara, um formulário para preenchimento e uma call to action.

Diferentemente do hotsite, uma landing page não tem um tempo determinado para permanecer em funcionamento. Geralmente, a vida útil desse tipo de página é determinada pela sua performance.

As três modalidades descritas acima podem trazer benefícios para o seu negócio. A parte fundamental é conseguir ter uma leitura situacional para escolher a melhor opção, considerando os objetivos de cada ação.

Gostou de aprender sobres as diferenças entre website, hotsite e landing pages? Continue aprimorando seus conhecimentos e entenda o que é Inbound Marketing e como ele pode alavancar o seu negócio!

Deixe um comentário