Mudança no Google Adwords

Mudança no Google Adwords: campanhas pagas continuarão ativas, ainda que já tenham atingido o orçamento diário.

Mas calma, isso só ocorrerá se o volume de tráfego pago estiver bom. Nesse caso, o Google vai aproveitar a “onda”e só vai parar quando atingir o dobro do orçamento diário.

O Google implementou uma mudança no Google Adwords. Vejamos o anúncio deles hoje por meio da conta do adwords no twitter:

“Para ajudar você a atingir as metas, agora suas campanhas podem gastar até o dobro do orçamento diário.”


Para quem tem o costume de anunciar no Google Adwords é uma mudança significativa. Basicamente, no dia que o volume de tráfego em seu site estiver alto o Google vai interpretar isso como um bom sinal e assim, os custos diários podem ultrapassar o orçamento previamente definido.

Mas por que o Google decidiu mudar?

A analogia com as ondas, usada acima foi feita pelo próprio Google. Tal qual o oceano tem ondas altas e baixas, o tráfego na internet tem altas e baixas. Os anúncios serão veiculados nos dias de tráfego alto.

E os custos vão aumentar com essa mudança?

A resposta é simples e direta, não. A ideia é poupar nos dias que o tráfego estiver baixo e gastar essa poupança quando o tráfego estiver alto. Vejamos como o Google explicou isso para nós:

“Imagine que você tem um orçamento de U$5 e que o ciclo da cobrança é de 30 dias. Durante o mês, você percebe que os custos variam. Em alguns dias é cobrado U$2, em outros U$10. Mas, no final do mês, a cobrança não excederá U$152 (que é 30,4 — a média de dias que cada mês possui no ano — multiplicado pelo seu orçamento de U$5).”

E na campanha vai mudar algo?

Na teoria, a campanha permanecerá igual, apenas os resultados podem, mais uma vez na teoria, aparecer mais rapidamente. O que é válido ressaltar é que a campanha, acabará de fato, antes do previsto caso o orçamento mensal chegue no limite.

As reações da comunidade, no geral não tem sido muito positivas.Você pode acompanhar a discussão no Twitter nas respostas ao tweet do Google Adwords.

Alguns, como no tweet acima, afirmam que “é inacreditável que essa mudança seja obrigatória e não opcional”.

E você, o que achou dessa mudança? Gostou ou ainda não entendeu direito essa mini revolução? Deixa aqui nos comentários.

Deixe um comentário